O COMPANHEIRO OCULTO

Nos empecilhos de agora, reflete nos empecilhos outros que já te viste na contingência de atravessar.

Inquire de ti como venceste as crises da estrada e verificarás que a superação veio muito mais do amparo oculto que da tua capacidade de ver e providenciar.

É que detinhas ontem, quanto possuis hoje e terás sempre o companheiro encoberto que trabalha contigo em silêncio...

Lágrimas que te pareciam inestancáveis desapareceram, um dia, de tua face, enquanto que sorrisos de confiança te repontaram do rosto, à maneira de rosas a se te enraizarem, incompreensivelmente, no coração.

Dificuldades que te sitiavam a vida, à feição de labaredas ameaçadoras, por todos os lados, se extinguiram, como por encanto, qual se chuvas balsâmicas jorrassem do céu, libertando-te a passagem para outros campos de interesse e realização.

Aversões gratuitas te amargavam as horas, mas um instante apareceu em que os teus mais ferrenhos inimigos te brindaram com testemunhos de solidariedade e simpatia.

Provações necessárias te deixaram o espírito, lembrando gleba arrasada por praga consumidora, entretanto, novas plantações de afeto e de esperança nasceram em derredor de teus passos, encaminhando-te à lavoura do encorajamento e da paz.

Se indagas de ti mesmo como e porque te sucederam semelhantes prodígios, não sabes explicá-los na origem, dando-te conta unicamente de que te achavas no desempenho das próprias obrigações, quando o apoio invisível te surpreendeu com luzes e benções renovadoras.

Ainda hoje, se mágoas e obstáculos te visitam, prossegue na área dos deveres que o mundo te conferiu, porque Deus, o companheiro que te sustenta e te inspira, permanece contigo, propiciando-te sentido à tarefa e significação à existência.

Na maior parte dos fracassos humanos, habitualmente, vemos o desespero de alguém que não soube ou não quis aguardar a intervenção oculta da Divina Providência, nas horas de aflição ou indecisão.

Por maiores as tuas dificuldades, não esmoreças.

Prossegue trabalhando e esperando, na trilha das obrigações que a vida te assinalou, porque Deus está agindo para resguardar-te em segurança e oferecer-te o melhor.

Pelo Espírito Emmanuel. Psicografia de Francisco Cândido Xavier.

Livro: Mãos Unidas. Lição nº 46. Página 145.

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!