Mensagem Diária

Em Casa

 
Ninguém foge à lei da reencarnação.

Ontem, atraiçoamos a confiança de um companheiro, induzindo-o à derrocada moral.
Hoje, guardamo-lo na condição do parente difícil, que nos pede sacrifício incessante.

Ontem, abandonamos a jovem que nos amava, inclinando-a ao mergulho na lagoa do vício.
Hoje, temo-la de volta por filha incompreensiva, necessitada de nosso amor.

Ontem, colocamos o orgulho e a vaidade no peito de um irmão que nos seguia os exemplos menos felizes.
Hoje, partilhamos com ele, à feição de esposo despótico ou de filho problema, o cálice amargo da redenção.

Ontem, esquecemos compromissos veneráveis, arrastando alguém ao suicídio.
Hoje, reencontramos esse mesmo alguém na pessoa de um filhinho, portador de moléstia irreversível, tutelando-lhe, à custa de lágrimas, o trabalho de reajuste.

Ontem, abandonamos a companheira inexperiente, à míngua de todo auxílio, situando-a nas garras da delinqüência.
Hoje, achamo-la ao nosso lado, na presença da esposa conturbada e doente, a exigir-nos a permanência no curso infatigável da tolerância.

Ontem, dilaceramos a alma sensível de pais afetuosos e devotados, sangrando-lhe o espírito, a punhaladas de ingratidão.
Hoje, moramos no espinheiro, em forma de lar, carregando fardos de angústia, a fim de aprender a plantar carinho e fidelidade.

À frente de toda dificuldade e de toda prova, abençoa sempre e faz o melhor que possas.

Ajuda aos que te partilham a experiência, ora pelos que te perseguem, sorri para os que te ferem e desculpa todos aqueles que te injuriam...

A humildade é chave de nossa libertação.

E, sejam quais sejam os teus obstáculos na família, é preciso reconhecer que toda construção moral do Reino de Deus, perante o mundo, começa nos alicerces invisíveis da luta em casa. 

Pelo Espírito Emmanuel

Médium: Francisco Cândido Xavier 
 
 
 

DOR OU AMOR

     A presença da dor decorre do tempo em que permanece ausente o amor.

 

Livro:  Tramas do Destino

Divaldo Pereira Franco, pelo Espírito Manoel Philomeno de Miranda

FEB – Federação Espírita Brasileira

 

TENTAÇÃO E QUEDA

 

Tentações? Guarda esta nota

Resumida e verdadeira:

Somente rola no abismo

Quem se aproxima da beira.     

 

Juvenal Galeno

 

Livro:  Rumos da Vida

Francisco Cândido Xavier, por Espíritos Diversos

CEU – Cultura Espírita União

 

 

SE NADA NOS ABORRECER...

    (...) se nada nos aborrecer é fácil amar e obedecer, mas se algo nos aborrecer, vir de encontro aos nossos interesses, teremos a prova se de fato amamos e somos resignados ou aparentamos ser...

 

Livro

Reparando Erros*

Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho, pelo Espírito Antonio Carlos

Petit Editora

 

VISÕES E OPINIÕES

  Cada indivíduo enxerga a existência conforme pode. Desça a ele, se quer alçá-lo.

 

Livro:  Faze Isso e Viverás

          Divaldo Pereira Franco, pelo Espírito Marco Prisco, organizado por Sérgio Lourenço

            LEAL – Livraria Espírita Alvorada Editora

 

O AMOR VENCE A MORTE

 

  (...)

O amor vence a morte e vencerá sempre em qualquer ocorrência da vida, porque o amor traduz a presença de Deus.

 

Henrique Emanuel Gregoris

Falecido em 10 de fevereiro de 1976, aos 23 anos de idade

Psicografado por Francisco Cândido Xavier em 6 de outubro de 1979

 

Livro:  Lealdade

            Francisco Cândido Xavier, pelo Espírito Maurício Garcez Henrique,

Hércio Marcos Cintra Arantes

 

            IDE – Instituto de Difusão Espírita

 

A CARTILHA DA VIOLÊNCIA

    (...)

          Esqueça a cartilha da violência.

          Que seria de ti sem a paciência de algum velho amigo ou de algum mestre esquecido, que te ensinaram a caminhar?

 

Livro:  Plantão da Paz

            Francisco Cândido Xavier, pelo Espírito Emmanuel

            GEEM – Grupo Espírita Emmanuel Sociedade Civil Editora 

 

ÍDOLOS DO DINHEIRO

 

 (...)

          Não imponhas à formação juvenil os ídolos do dinheiro e da força.

*

          A bolsa farta na alma vazia de educação é roteiro seguro para a morte dos valores espirituais. O poder, sem amor, gera fantoches que a verdade destrói no momento preciso.

 

Livro:  Plantão da Paz

            Francisco Cândido Xavier, pelo Espírito Emmanuel

 

 

 

Bom dia com André Luiz - Oração do Aprendiz

 Senhor!

Em tudo quanto eu te peça, conquanto agradeça a infinita bondade com que me atendes.

Não consideres o que eu te rogue, mas aquilo de que eu mais necessite.

E quando me concederes aquilo de que eu mais precise, ensina-me a usar a tua concessão, não só em meu proveito, mas em benefício dos outros, a fim de que eu seja feliz com a tua dádiva, sem prejudicar a ninguém.

 

Livro: Aulas da Vida 
André Luiz & Francisco Cândido Xavier

 

A GRANDEZA DELE

(...)

          Ele [Jesus Cristo] é tão grande que muitos foram os que somente puderam contemplá-lO na longa e distante perspectiva dos milênios. Coisa curiosa, porém: aquela gente mísera, coberta de andrajos, faminta e desprezada, aqueles párias humildes identificaram logo nEle algo de puro e belo, que não podiam definir com a mente, mas que foram capazes de amar de todo o coração.

 

Livro:  Histórias Que os Espíritos Contaram

            Hermínio C. Miranda

 

 

 

EGOÍSMO

 Concede ao teu próximo os mesmos direitos e favores que esperas dele receber.

O egoísmo é doença que envenena a alma.

O amigo ao teu lado anela pelos espaços para viver, conforme ocorre contigo.

Lembra-te de não lhe interditar a oportunidade.

                                        O que te está reservado, aprende a repartir.

 

 

 

SEUS DESEJOS - SUA VIDA

  Cinja-se a um programa de serviço beneficente e verá que o seu tempo de dor diminui e o de amor aumenta. Negue-se à derrota, fomentando vitórias de pequena monta e ganhará a guerra contra o sofrimento. O que você prefere, mentalmente, embora sem consciência disso, materializa-se, faz-se realidade. Seus desejos – sua vida.

 

Livro:  Minutos Preciosos

            Divaldo Pereira Franco, pelo Espírito Marco Prisco,

            organizado por Sérgio Lourenço

            Edições CULTURESP Ltda.

 

 

 

O TREINO DO AMOR

 Não te canses de amar.

É possível que a resposta do amor não te chegue imediatamente. Talvez te causem surpresa as reações que propicia. É possível que as haja desencorajadoras.

Sucede que, desacostumadas aos sentimentos puros, as pessoas reagem por mecanismos de autodefesa.

Insistindo, porém, conseguirás demonstrar a excelência desse sentimento sem limite e mimetizarás aqueles a quem amas, recebendo de volta a bênção de que se reveste.

Ama, portanto, sempre.

 

NAS PROFUNDEZAS

 

          O que te contraria revela o ponto frágil de tua personalidade.

          O que te irrita coloca à mostra o teu orgulho sob disfarce.

          O que te melindra traz à tona o sentimento que vive em tuas profundezas.

          O que consegue te provocar denuncia as imperfeições que dissimulas.

          O que te desequilibra diagnostica o teu grau de intemperança.

          O que te deprime te ensina sobre o que concentrar teu esforço de superação.

          O que te incomoda é o que te faz reagir contra a mesmice e a indiferença.

 

          Quase sempre, o homem se assemelha às águas aparentemente tranquilas e cristalinas de um lago, bastando, porém, que algo lhe revolva as entranhas para que elas se turvem, indicando quanto carecem ainda purificar-se.

 

Livro:  Pai, Perdoa-lhes

Carlos A. Baccelli, pelo Espírito Irmão José

 

 

LIBERTAÇÃO DA IGNORÂNCIA

 

  (...) o labor da divulgação doutrinária é dos mais louváveis e deve ser incentivado ao máximo. Neste sentido, o livro, o jornal, a revista, a tribuna e a mensagem impressa em panfletos, avalizados pela força do exemplo na vivência diária, mais do que as mais retumbantes manifestações mediúnicas de caráter público, devem concentrar todos os esforços dos espíritas esclarecidos, conscientes de que somente o conhecimento da Verdade liberta o homem da ignorância em que se enclausura.

 

Livro:  Mediunidade e Evangelho

Carlos A. Baccelli, pelo Espírito Odilon Fernandes

 

ORGULHO E INGRATIDÃO

 

  A ingratidão é uma variedade do orgulho.

 

(A Viagem do Senhor Périchon)

 

Livro:  Um Chapéu de Palha da Itália

A Viagem do Senhor Périchon

Labiche

 

 

* OS VERDADEIROS CARENTES

 Não descarregues o teu azedume, conflitos e recalques nos servidores da tua casa, do teu trabalho, da tua esfera social.

Eles já sofreram o suficiente, dispensando a carga de amargura e mal-estar que lhes destinas.

Coloca-te no lugar deles e verás quanto gostarias de receber gentilezas, ter atenuadas as humilhações que passastes, as dores que carpistes...

São teus irmãos carentes.

Se te fazem grosserias e são rudes, educa-os com o silêncio e a bondade.

Eles desconhecem as boas maneiras, necessitando do teu exemplo.

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!